Eleições 2018: TSE barra candidatura de Lula a presidente da republica

Após uma longa sessão, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral)decidiu, já na madrugada de sábado, negar a Luiz Inácio Lula da Silva o direito de concorrer novamente à presidência da República, com base na Lei da Ficha Limpa, que veta como candidatos condenados por corrupção em segunda instância.

Placar foi de 6 x 1 e todos os ministros citaram veto a petista por causa da Lei da Ficha Limpa

Eleições 2018: TSE barra candidatura de Lula a presidente da republica
Após uma longa sessão, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral)decidiu, já na madrugada de sábado, negar a Luiz Inácio Lula da Silva o direito de concorrer novamente à presidência da República, com base na Lei da Ficha Limpa, que veta como candidatos condenados por corrupção em segunda instância. Preso desde abril em Curitiba, Lula foi sentenciado a 12 anos e um mês de prisão, no âmbito da Operação Lava Jato, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Por 6 votos a um — o ministro Edson Fachin saiu do script esperado sendo o único a dizer que o Brasil deveria seguir a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU a favor de Lula—, o TSE também deu um prazo para que o PT substitua em até dez dias o nome do petista, líder em todas as pesquisas de opinião, como candidato a presidente.

Até que essa substituição seja feita, o partido fica proibido de fazer atos de campanha citando Lula como postulante e também não poderá exibi-lo desta maneira no horário eleitoral gratuito de TV, que começa a ser transmitido em blocos diários neste sábado. Nos últimos minutos do julgamento, o PT mostrou já ter um plano B na manga e o advogado do partido, Luiz Fernando Pereira, pediu permissão para dizer que a legenda já tinha preparado um material sem Lula, apenas com o vice Fernando Haddad, que gostaria de enviar às TVs. Diante do fato novo, os ministros do TSE se reuniram para debater a possibilidade e, no final, decidiram permitir a solução.

A jogada do PT é uma pequena vitória tática, já que tira algo da pressão sobre a pergunta que paira sobre a legenda: quando a sigla vai registrar Haddad como cabeça da chapa? Oficialmente, o partido diz que vai insistir nos recursos legais a que Lula tem direito. A defesa fala de entrar no próprio TSE, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF). O partido divulgou uma dura nota contra a decisão. O problema é se a insistência na via legal acabar por tirar tempo de exposição de Haddad. É isso que a sigla deseja evitar a todo custo, e para isso insistiu para não perder o programa de estreia e citou até o caso de Eduardo Campos (PSB), morto em plena campanha em 2014. Com a resolução, Lula poderá, como apoiador, ocupar até 25% do tempo do PT na propaganda gratuita.

Durante mais de dez horas de julgamento, cinco ministros do TSE repetiram um a um os argumentos do relator do caso Lula no tribunal, Luís Roberto Barroso. O ministro repetiu a validade da Lei da Ficha Limpa e rejeitou o argumento, um dos principais da defesa do petista, de que o Brasil tinha por obrigação seguir a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que no começo de agosto determinou que o petista deveria ser aceito como candidato para não ter prejuízos irreversíveis em seus direitos políticos. “Apesar do respeito e da consideração que merece, a recomendação do comitê, quanto ao direito de elegibilidade do candidato, não pode ser acatada pelo Tribunal Superior Eleitoral”, disse Barroso. Num lance carregado de ironia, o ministro disse ainda que o comitê, formado por peritos renomados recrutados pela ONU, não estava totalmente integrado ao sistema legal brasileiro porque faltava, para tal, um decreto presidencial que jamais foi feito e está pendente desde 2009 (quando Lula estava na presidência que passaria, depois, a Dilma Rousseff).

Votando exatamente na sequência, Fachin abriu uma divergência, que acabaria isolada. Apesar de apoiar as prerrogativas da Lei da Ficha Limpa, o ministro defendeu o seguimento da recomendação do comitê das Nações Unidas e afirmou que o decreto presidencial citado por Barroso não era essencial. Segundo ele, por meio da “medida provisória do Comitê de Direitos Humanos da ONU", Lula obtinha "o direito de paralisar a eficácia da decisão que nega o registro de sua candidatura”. Ao final da maratona, Rosa Weber votaria para que o PT pudesse fazer campanha em nome de Lula até que os recursos legais fossem julgados, mas a posição também não prosperou.

O TSE decidiu sobre a candidatura de Lula — exatos dois anos após o impeachment que derrubou Dilma Rousseff— em uma sessão extraordinária e 14 horas depois dos advogados do petista entregarem sua defesa, no último dia possível do prazo. A celeridade levou a novas críticas do PT, que acusou o tribunal de cometer "mais uma violência judicial contra Lula e o povo que quer elegê-lo presidente" por não dar a ele o tempo médio dado a outros candidatos. Um dos advogados do petista, Pereira diz que a decisão pode trazer uma sensação de perseguição à candidatura dele. “Confio no TSE. A minha discordância é, da forma que está sendo feita, pode passar para a opinião pública uma perseguição. No caso do Alckmin, abriram prazo [para todas partes se manifestarem]. No do Bolsonaro, abriram prazo. No nosso, não”.
Por Afonso Benites/El País

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

COMENTÁRIOS

BLOGGER
Nome

Achados e perdidos,1,Automotivas,1,Brasil,76,Colunista,1,Concursos,143,Cotidiano,304,Curiosidade,5,Cursos,2,Denuncia,1,Dicas e Tutoriais,127,Diversão,11,Economia,24,Educação,27,Emprego,13,Esporte,12,Eventos,15,Famosos,23,Filmes,2,Games,1,Mundo,14,NEGOCIOS,21,Patrocinados,6,Policial,724,Política,165,Ponto RH,1,Portal do Juruá,1103,Previsão do Tempo,1,Promoção,1,Religião,2,Saúde,33,Saúde e Bem Estar,96,Segurança Pública,22,Serviços,2,SEXO,3,Tecnologia,15,Utilidade pública,5,
ltr
item
Portal do Juruá | Últimas notícias de Cruzeiro do Sul e do Acre;: Eleições 2018: TSE barra candidatura de Lula a presidente da republica
Eleições 2018: TSE barra candidatura de Lula a presidente da republica
Após uma longa sessão, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral)decidiu, já na madrugada de sábado, negar a Luiz Inácio Lula da Silva o direito de concorrer novamente à presidência da República, com base na Lei da Ficha Limpa, que veta como candidatos condenados por corrupção em segunda instância.
https://1.bp.blogspot.com/-ZYArPYuI70c/W4qd3aVzQ0I/AAAAAAAAGb0/OCJIKQaSC5oMd0eHSeNJAqfJa1ShIocDQCK4BGAYYCw/s640/TSE%2BBARRA%2BCANDIDATURA%2BDE%2BLULA.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-ZYArPYuI70c/W4qd3aVzQ0I/AAAAAAAAGb0/OCJIKQaSC5oMd0eHSeNJAqfJa1ShIocDQCK4BGAYYCw/s72-c/TSE%2BBARRA%2BCANDIDATURA%2BDE%2BLULA.jpg
Portal do Juruá | Últimas notícias de Cruzeiro do Sul e do Acre;
https://www.portaldojurua.com.br/2018/09/eleicoes-2018-tse-barra-candidatura-de.html
https://www.portaldojurua.com.br/
https://www.portaldojurua.com.br/
https://www.portaldojurua.com.br/2018/09/eleicoes-2018-tse-barra-candidatura-de.html
true
9023869312668953902
UTF-8
Carregou todos os posts Não encontrei nenhum post VER TUDO Leia mais Resposta Caancelar resposta Excluir Por Início PÁGINAS POSTAGENS Ver Tudo RECOMENDADO PARA VOCÊ Categoria ARQUIVO PESQUISA TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhum resultado após o seu pedido Voltar para Início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat January February March April May June July August September October November December Jan Feb Mar Apr May Jun Jul Aug Sep Oct Nov Dec just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhar. PASSO 2: clique no link que você compartilhou para desbloquear Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar