sábado, 4 de agosto de 2018

Em quatro dias, Cruzeiro do Sul registra seis mortes violentas e polícia liga crimes a briga de facções

Por Portal do Juruá

‘O sistema prisional está servindo de escola’, diz delegado. Mortes foram registradas entre o dia 1º e 4 de agosto.

Em quatro dias, Cruzeiro do Sul registra seis mortes violentas e polícia liga crime a briga de facções (Foto: Anny Barbosa/G1)
A segunda maior cidade do Acre, Cruzeiro do Sul, vem passando por uma onda de violência ocasionada, segundo a polícia, à briga entre facções rivais.

Foram seis mortes violentas entre o dia 1º e 4 de agosto. O delegado Lindomar Ventura diz a cidade passava por dias calmos, mas que novas ocorrências surgiram.

“Infelizmente as ações dos órgãos de segurança não estão sendo suficientes para conter essa violência. Talvez estejamos trabalhando mais com os efeitos do que com as causas. Isso é uma questão maior que precisa envolver toda a sociedade para fazer prevenção”, disse.

Ventura destaca ainda que o crime tem atraído cada vez mais os jovens, o que precisa ser combatido com ações de educação, esporte, cultura e lazer.

“As pessoas batem muito na Segurança Pública, mas é preciso um conjunto de ações. Nunca prendemos e investigamos tanto, mas parece que não está surtindo os efeitos esperados. Infelizmente as pessoas vão para o presídio e quando são soltas saem mais qualificadas para o crime e enraizadas nas facções. O sistema prisional está servindo de escola. O problema é mais profundo do que se imagina”, desabafa.
Por Adelcimar Carvalho/G1

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;