sexta-feira, 6 de julho de 2018

Governo do Acre incorpora gratificações ao salário-base de militares e remuneração passa de R$ 5 mil

Por Portal do Juruá
Após acordo, o Governo do Acre decidiu incorporar as vantagens e gratificações ao salário-base dos bombeiros e policiais militares do Acre. Com a mudança, a remuneração de um soldado, que segundo o governo era de R$ 1,8 mil, ultrapassa os R$ 5 mil a partir deste mês de julho.
Governo do Acre incorpora gratificações ao salário-base de militares e remuneração passa de R$ 5 mil
Governo do Acre incorporou gratificações ao salário-base de militares e remuneração passa de R$ 5 mil (Foto: Reprodução/Rede Amazônica Acre)
O anúncio foi feito durante uma coletiva na tarde desta quinta-feira (5). Os servidores ainda têm direito ao banco de horas que pode elevar o pagamento a mais de R$ 6 mil.

Com a incorporação a partir de julho, o aumento na folha de pessoal é de R$ 10 milhões. O coronel Marcos Kinpara, comandante da Polícia Militar (PM-AC), explicou que não há aumento, mas uma regularização para os militares que recebiam acréscimo em gratificações, mas sem mudanças no salário-base.

“No termo chulo tínhamos vários ‘penduricalhos’ e não tinha como falar em um salário-base. Não há aumento nenhum, mas uma regularização, pois tinha acréscimo de gratificação e um salário de R$ 800. Quem tem 25 anos de trabalho, a sexta parte vai incidir e não vai ter prejuízo nenhum”, afirmou o coronel.

O governador do Acre, Tião Viana (PT-AC), disse que a solução foi encontrada pela Secretaria de Gestão Administrativa (SGA-AC). A partir de agora cada militar passa a ter salário único o que deve repercutir também na aposentadoria dos servidores.

Viana afirma que além do Acre, outros oito estados fizeram essa mudança. Ele reforçou que agora não há riscos de retirada dos benefícios dos servidores como foi recomendado pelo Ministério Público do Acre (MP-AC) em dezembro de 2017.

A recomendação previa cortes entre R$ 91 e R$ 321 sobre o salário e até R$ 800 na sexta parte, garantida aos servidores públicos que cumpriram 25 anos de serviços efetivos prestados. O MP-AC deu um prazo para que o governo providenciasse uma nova forma de cálculo referente ao pagamento da gratificação.

“Esse modelo rompe com a tradição de incluir auxílios disso e daquilo. A partir de agora não há riscos na composição salarial dos militares. A partir de hoje falamos em salário unificado, sem contribuições indiretas para ele. Esse é o 5º melhor salário de policial e bombeiro militar do país”, destaca.

Compra de fardamento

Além do reajuste, o governo já havia anunciado a compra de novos uniformes para os militares que estão há cinco anos sem receber fardamento.

Ato todo, o Estado deve gastar mais meio milhão em uniformes. Ao G1, a Polícia Militar do Acre (PM-AC) informou que após a publicação no Diário Oficial do Estado na quarta (4), as empresas têm de 30 a 60 dias para entregar o fardamento.

Em abril deste ano, os militares adotaram algumas medidas como forma de criticar a falta de fardamento. Os policiais passaram a trabalhar sem uniformes, apenas com o colete balístico. Em um dos atos organizados em Rio Branco, a Associação do Militares do Acre (AME), afirmou que cerca 2,5 mil militares do estado precisavam comprar com o próprio dinheiro a farda para poder trabalhar.
Por G1 Acre

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;