sexta-feira, 27 de julho de 2018

Em mais um capitulo da serie crise na Segurança Publica, governo do Acre prefere convocar militares da reserva do que contratar concursados

Por Portal do Juruá

“Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva” para o serviço ativo é em caráter transitório e tem duração de 2 anos

Impedido pela Lei de responsabilidade Fiscal de contratar ou abrir novos concursos públicos, o governador do Acre, Tião Viana, vem convocando PM’s da reserva para reingresso nas atividades policial, como forma de aumentar o efetivo de policiais militares nas ruas e conter a onda de violência que tomou proporções sem controle no estado,

A lei complementar que trata do assunto, foi publicada na edição do Diário Oficial na manhã desta sexta-feira (27), criando o “Corpo Voluntário de Militares do Estado da Reserva” e dispõe sobre a convocação dos inscritos para o serviço ativo, em caráter transitório.

A permanência do militar convocado no serviço voluntário ativo terá duração de dois anos. O ingresso, não gera, por si só, qualquer direito, além dos já previstos.

Confira publicação:

Por ContilNet

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;