Bolsonaro lidera pesquisa eleitoral em todos os cenários; Ciro cresce e fica em 2º lugar

O pré-candidato Jair Bolsonaro (PSL) foi apontado como primeiro lugar das intenções de voto nas eleições para Presidência da República em pesquisa divulgada nesta terça-feira, 5. O estudo DataPoder360 testou três cenários com diferentes concorrentes, sendo Bolsonaro líder em todos, indo de 21% a 25% do número de votos. O principal adversário do deputado seria Ciro Gomes (PDT), que ficou em segundo lugar em todos os testes, ficando entre 12% e 11% na preferência dos entrevistados.
Bolsonaro lidera pesquisa eleitoral em todos os cenários; Ciro cresce e fica em 2º lugar
(Foto: Fábio Rodrigues/Agência Brasil)
A pesquisa foi feita com 10.500 entrevistas, cruzando dados referentes a gênero, classe socioeconômica, escolaridade, entre outros fatores dos eleitores. De acordo com o site responsável pela pesquisa, Poder 360, as respostas foram coletadas durante o período de 25 a 31 de maio em todo o país. O tempo do estudo coincidiu sem intenção com o auge da greve dos caminhoneiros e, portanto, o site afirma que os ânimos poderiam estar “alterados” devido às manifestações em pauta. O registro do estudo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é BR-09186/2018.

Nos dois primeiros cenários, somente os pré-candidatos que já obtinham mais de 5% de votos em pesquisas anteriores foram testados. A diferença dos dois testes foi a presença do nome de João Doria como pré-candidato do PSDB, em vez de Geraldo Alckmin, nome oficial do partido até agora. Doria, que pretende disputar as eleições estaduais de São Paulo, já tinha sido mencionado como possível candidato à Presidência. Ele obteve 6% das intenções de voto, empatando tecnicamente com Alckmin.

O Partido dos Trabalhadores (PT) foi inserido com o nome de Fernando Haddad. O ex-prefeito de São Paulo ficou em terceiro lugar nas intenções de voto nos dois primeiros cenários, com apenas 8%. No terceiro cenário da pesquisa, quando são incluídos nomes que não conseguiram mais de 5% em testes anteriores, os votos de Haddad caem para 6%, sendo ultrapassado por Marina Silva (Rede). Este cenário inclui candidatos como Fernando Collor, Henrique Meirelles, Manoela D’ávila e Guilherme Boulos. O ex-presidente Lula não concorreu em nenhum dos testes por estar cumprindo pena por lavagem de dinheiro, em Curitiba.

Votos nulos continuam tendo maior quantidade do que o principal candidato. Enquanto Bolsonaro tem 25% das intenções, os votos brancos e nulos apresentam 28%. Outro aspecto questionado na pesquisa foi a certeza das intenções de voto dos eleitores. De acordo com o estudo, cerca de 49% dos entrevistados afirmaram ter certeza que votarão nos candidatos que escolheram na pesquisa, 25% podem mudar de ideia e 26% não sabem ou não responderam.
Com informações do site o povo Online

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.