domingo, 27 de maio de 2018

No Acre, caminhoneiros liberam passagem de caminhões com combustíveis, gás e cargas perecíveis após acordo com a PRF

Por Portal do Juruá
Após um acordo com a Polícia Rodoviária Federal do Acre (PRF-AC), os caminhoneiros liberaram, neste domingo (27), as carretas que estavam carregadas de combustíveis, gás de cozinha e os que têm produtos considerados perigosos, além das cargas perecíveis.
No Acre, caminhoneiros liberam passagem de caminhões com combustíveis, gás e cargas perecíveis após acordo com a PRF
Políia Rodoviária Federal escolta caminhões no Acre (Foto: Guilherme Barbosa/Rede Amazônica Acre)
“Conversamos com os caminhoneiros e mostramos a importância de tirar esses caminhões com produtos perigosos e explicamos o pode acontecer se, por ventura, um caminhão desse vir a incendiar ou explodir. A responsabilidade que eles [caminhoneiros] estão tendo”, disse o superintendente da Polícia Rodoviária Federal do Acre, Cézar Henrique.

O superintendente falou ainda que a PRF-AC está escoltando todos esses caminhões para os locais onde devem ser descarregadas as cargas.

“A trafegabilidade das rodovias está normal, eles [caminhoneiros saíram das vias e estão nos pátios, então, a gente compreende a colaboração deles. A PRF-AC está aqui para manter a ordem e a segurança de todos”, complementou.

Henrique falou ainda que polícia não está proibindo a manifestação, desde que as cargas consideradas “perigosas” sejam liberadas.

“Aqueles motoristas que não querem participar do movimento não são obrigados a ficar. Os que estão aqui tentam convencer os que chegam, mas fica quem quiser. Se o motorista quiser participar da greve ele pode ficar sozinho, mas o caminhão dele não vai poder ficar aqui. A gente fez essa colocação para os caminhoneiros, porque a maioria deles não trabalha com esse tipo de transporte”, acrescentou.

Os caminhoneiros que estão protestando no Acre retiraram, neste domingo (27), os caminhões do acostamento da BR-364, em Rio Branco. Os veículos foram estacionados em campos paralelos às rodovias, porém, o “bloqueio” parcial permanece.

Além da da BR-364, o Sindicato dos Caminhoneiros e Máquinas Pesadas informou que a BR-317 e a entrada da Estrada Transacreana também continuam bloqueadas. Mesmo após a autorização do presidente Michel Temer para o uso das Forças Armadas para desbloquear as rodovias, os grevistas no Acre informaram que vão manter o bloqueio parcial.

Ainda neste domingo (27), o Governo do Acre anunciou que reduziu a circulação da frota de veículos administrativos por prevenção devido ao bloqueio nas rodovias. A gestão estadual afirmou que vai dar prioridade para as viaturas que prestam serviço de saúde como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Com informações do G1 Acre

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;