Procurado pela polícia por esquartejamento é assassinado na Bolívia

A morte aconteceu há pelo menos sete dias em uma área de mata da Bolívia, mas, a confirmação da identificação só foi dada nesta quinta-feira (12), à Delegacia de Homicídios e a proteção à Pessoa (Dhpp).

Claudivan Pereira Ferreira, de 24 anos, mais conhecido como "Pezão" era integrante da facção Bonde dos 13", mas, havia rasgado a camisa e passado a atuar no crime pela facção "Comando Vermelho" .

Só pela Delegacia de Homicídios, ele possuía três mandados de prisão, sendo um deles pelo esquartejamento do jovem, Gabriel Nunes da Silva, na época com 17 anos, que foi gravado tendo as partes do corpo decepadas com terçado. O vídeo foi amplamente divulgado na rede social e causou grande repercussão na cidade. O crime aconteceu em Dezembro de 2016.

De lá pra cá, a polícia conseguiu identificar os participantes do vídeo. Alguns foram presos, mas, faltou Claudivan que segundo informações, estava morando na Bolívia. Ele foi encontrado desovado em uma floresta daquele país, com perfurações de tiros espalhados pelo corpo.
Por Lílian Camargo

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.