Assaltantes são imobilizados por populares e presos pela Polícia em Cruzeiro do Sul

Assaltantes são imobilizados por populares e apreendidos pela Polícia em Cruzeiro do Sul
Nesta terça-feira, 03, por volta das 17:00 horas uma dupla realizou um assalto a mão armada em um bar no bairro Aeroporto Velho, em Cruzeiro do Sul e momentos depois a polícia conseguiu prender João Paulo de Souza Silva, 23, e Paulo Rebouças da Silva,19.

O assalto foi realizado pela dupla com uma pistola 380, e uma ação da vítima juntamente com alguns populares os assaltantes foram capturados e imobilizados. Em seguida, a polícia foi acionada para realizar a prisão.

Segundo informações de populares, houve dois disparos, mas felizmente ninguém foi atingido. Os assaltantes foram presos em flagrante de delito.
João Paulo, vulgo “Léo” já cometeu um homicídio quando era menor de idade onde acabou vitimando um adolescente com um disparo de arma de fogo atrás do Bezerrão e também é investigado por envolvimento em três homicídios, um deles ocorrido dia 25 de março no bairro da Escola Técnica em Cruzeiro do Sul.

“Paulo Rebouças estava sendo investigado pelo menos por mais um homicídio ocorrido no último mês e ontem ele foi preso em flagrante de delito cometendo um roubo com arma de fogo, uma pistola 380. Ele confessou a prática do roubo e foi preso, mas ainda está sendo investigado pela prática de homicídio e temos elementos de prova que ele estava na cena do crime. Falta avançarmos com algumas informações para chegarmos à conclusão da autoria do crime, não sabemos se ele é o autor da execução, porém ele tem participação no homicídio.”, relatou o delegado Lindomar Ventura.
A motocicleta utilizada no assalto havia sido furtada no dia anterior com o objetivo de cometer crimes. João Paulo confessou o roubo da moto e confessaram também que antes do assalto ao bar eles tinham cometido um outro furto, roubando o celular de uma mulher que estava na rua.

Ambos serão enquadrados no artigo 157. Eles foram conduzidos à Delegacia para as providências cabíveis e após a conclusão do inquérito serão encaminhados ao presídio Manoel Nery da Silva, onde ficarão a disposição da justiça.

Ambos negaram fazer parte de organização criminosa, porém, a polícia ainda realiza investigação para tentar comprovar o envolvimento deles em alguma facção.
As informações são do site Acre real

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

Um comentário:

  1. Isso que eu chamo de Efeito Bolsonaro! Vagabundo tem que ser tratado na porra mesmo!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.