Polícia prende jovem com iniciais de facção desenhada na cabeça que ameaçava moradores na Vila santa Luzia

Um de 18 anos foi preso nesta quarta-feira (28) suspeito de apologia ao crime. O caso ocorreu em Cruzeiro do Sul, após uma denúncia anônima de moradores da comunidade rural Vila Santa Luzia. A polícia informou que o homem tem as iniciais de uma facção criminosa desenhada na cabeça.

Os denunciantes informaram aos Policiais Militares que dois jovens andavam armados com armas de fogo ameaçando e amedrontando os moradores da vila.

“Ele [suspeito] foi preso por apologia ao crime organizado. Tinha feito um corte de cabelo e desenhou uma sigla e comentava que pertencia a uma organização criminosa. É um crime de pena máxima de seis meses, o artigo 287”, disse o delegado Alexnaldo Batista.

O delegado falou ainda que o homem já tem passagem pela polícia. Batista afirmou que o suspeito disse que era simpatizante da organização criminosa e, por isso, vai ser enquadrado no crime de apologia ao crime.

“Alerto todos que ficam fazendo badernas, ouvindo músicas relacionadas ao crime, que não vamos descansar enquanto não levarmos todos para a delegacia e encaminharmos ao presídio”, complementou Batista.

O comparsa do jovem não foi conduzido à delegacia e a suposta arma que eles usavam para amedrontar as pessoas não foi localizada. Após os procedimentos na delegacia, o jovem vai ser encaminhado ao presídio onde vai ficar à disposição da Justiça.
Por G1 Acre

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.