quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Jovem com deficiência desaparecida é encontrada na Transacreana e pode ter sido sequestrada

Por Portal do Juruá
Foram aproximadamente 48km de grosso ramal com diversos obstáculos e atoleiros até encontrarem a jovem com deficiência intelectual, Eveline Marques dos Santos, de 12 anos, que desapareceu na última sexta-feira (16), do bairro 15 onde morava com a família. Ela teria sumido de casa por volta do meio dia, após o pai servir o almoço.

O resgate foi feito por equipes da Polícia Militar, juntamente com o apoio de Agentes a penitenciários e do Iteracre, na companhia do secretário Nil Figueiredo. A ocorrência iniciou através de uma denúncia via Centro integrado em Operações (Ciosp), as 1h da madrugada desta quinta-feira (22), e só terminou quatro horas e trinta minutos depois, passando por 38 quilômetros de ramal em veículos e mais 10 quilômetros a pé no atoleiro para chegar até a residência indicada.
Felizmente a equipe teve sorte e a denúncia era verdadeira. Eveline foi encontrada em uma residência dormindo, na companhia de uma mulher que se dizia ser mãe do jovem E. M. S, que deixou a menina na casa dizendo ser sua esposa. O jovem também é menor de idade e não estava em casa no momento da abordagem policial. A mãe disse ter ficado ciente da verdadeira história apenas na tarde de quarta-feira (20), quando assistiu a matéria de seu desaparecimento, passando nos jornais televisivos. O menor já tem passagens pela polícia e pode tê-la sequestrado, o fato deve ser investigado.
A jovem foi então resgatada e conduzida até a Delegacia Especializada de Proteção a Criança e o Adolescente (Depca), para ser entregue ao pai. Perguntada, Eveline teria dito aos policiais que o jovem teria tentado abuza-la sexualmente mas, ela não teria deixado.

O caso agora passará a ser de responsabilidade da Polícia Civil e a jovem após passar por exames, deverá ser acompanhada social e psicologicamente pelo estado.
Por Lílian Camargo

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;