No Jordão, município do interior do Acre, o preço da botija de Gás de 13 Kg pode custa acima de R$110 reais

O gás de cozinha está em falta nos dois pontos de revenda autorizada do município de Jordão, interior do Acre. A informação foi confirmada pelo radialista Mauro Brito, que também é consumidor e está aguardando a chegada do produto.
Os consumidores jordanenses pagarão em uma carga de gás o equivalente a 11.7% do salário mínimo vigente no País. O preço está sujeito a aumentos (Foto: Reprodução/ Google)
"Há oito dias que um barco saiu de Tarauacá e ainda não chegou em nossa cidade. A previsão, segundo informações do comércio é de que a unidade será comercializada ao preço de R$ 110", confirmou.


De Tarauacá, município vizinho, embarcações seguem viagem com destino à terra da banana, transportando as botijas de 13 kg. No período de verão amazônico, os niveis dos rios baixam e os transportadores encontram maiores dificuldades no trajeto.

Ainda segundo Brito, se o nível do rio baixar os comerciantes precisarão enviar outras embarcações para garantir a chegada do gás até o município e, dessa maneira, os preços estão sujeitos a subir além do previsto. Com informações do Blog Fala Jordão.

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.