segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Homem invade casa, rende família e abusa de mulher no Acre: 'ficou se esfregando em mim', diz jovem

Por Portal do Juruá
Um homem armado invadiu uma casa e fez uma família refém neste domingo (8). O caso ocorreu no município de Mâncio Lima, a 35 km de Cruzeiro do Sul. Os moradores da casa, três adultos e quatro crianças, ficaram sob a mira do acusado ao menos 20 minutos. As vítimas contaram que o homem pedia dinheiro todo tempo e ameaçava a família com uma arma. Ele ainda abusou de uma garota de 19 anos na frente das crianças.
Após violência, mulheres ficaram aterrorizadas (Foto: Arquivo pessoal/ Camily Gadelha)
A jovem abusada ainda muito abalada disse que viveu os piores momentos da vida quando acordou com o homem apontando uma arma para ela. “Quando eu abri os olhos ele estava com o revólver na cara do meu marido, ele estava pedindo dinheiro todo tempo e eu não tinha”, disse a vítima, que preferiu não se identificar.

O homem amarrou o marido da mulher no quarto e a irmã, de 26 anos, mas quatro crianças ficaram na sala sendo ameaçados pelo bandido. A jovem de 19 anos foi levada para o sofá da casa, despida e abusada na frente das crianças. “Foi quando ele tirou minha roupa, ficou se esfregando em mim. Ele tentava me virar para me estuprar e eu não virei, então, ele pegou a arma colocou na minha boca e falou que ia me matar”, conta.

Após a resistência da vítima, o homem cortou a jovem com uma faca e começou a agredir com socos e puxões de cabelo. “A minha boca está cortada por dentro da arma que ele colocava nela”, afirmou.

A irmã da vítima também foi ameaçada pelo bandido. De acordo com ela, foram momentos de terror enquanto o homem tentava estuprar a irmã. “A gente via tudo, meu cunhado amarrado não podia fazer nada. A gente via ele batendo nela para ela abrir as pernas e ela não cedeu”, conta.

A vítima acredita que o homem teve informação privilegiada porque ele dizia que sabia da venda de uma motocicleta que tinha sido feita há poucos dias. “Ele tinha informação, ele chamava minha irmã pelo nome da ex mulher do meu cunhado, foi quando ele tentou violentar ela”, explica.

As vítimas estão sendo ouvidas pela Polícia Civil de Mâncio Lima. O delegado Vinicius Almeida disse que iria repassar informações assim que possível. Com informações do G1

PORTAL DO JURUÁ - Noticias e informações de Cruzeiro do Sul, Juruá e do Acre, sempre com imparcialidade e o compromisso da verdade.

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;