General do Exercito ameaça intervenção militar, caso o poder Judiciário não solucione o problema politico no Brasil;

Antonio Hamilton Mourão (Foto: Divulgação /Exército Militar)
O general do Exercito Antonio Hamilton Mourão, secretario de economia e finanças da força, disse em uma palestra promovida pela maçonaria em Brasilia que "companheiros do Alto Comando do Exercito" entendem que uma "intervenção militar" poderá ser adotada se o Judiciário "não solucionar o problema politico", em referencia à corrupção de políticos.

O General falou ainda, que vai chega a um determinado momento que não vai ter jeito e os militares terão que "impor isso" [ação militar] e que essa "imposição não será fácil". Segundo ele o Alto Comando do Exercito avaliam que ainda não é o momento para ação, mais ela poderá ocorre após "aproximações sucessivas".

"Até chegar o momento em que ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso."

O general afirmou ainda: "Então, se tiver que haver, haverá [ação militar]. Mas hoje nós consideramos que as aproximações sucessivas terão que ser feitas". Segundo o general, o Exército teria "planejamentos muito bem feitos" sobre o assunto, mas não os detalhou.

Da redação do PORTAL DO JURUÁ com informações do site Folha S.Paulo

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.