Último acusado de esquartejar turista é preso pela polícia em Cruzeiro do Sul;

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (31), o último suspeito de matar o autônomo Wandson Martins, que foi morto e esquartejado no dia 10 de agosto, no bairro da Lagoa, em Cruzeiro do Sul. O suspeito é Julielison Souza, de 18 anos, conhecido como Lorim. Ele é o sexto preso suspeito de participar do crime.
Lucas Graças de Pinto, de 19 anos, acusado de homicídio (à direita) e Julielison Souza, de 18 anos, acusado de matar o turista (à direita) foram presos pela polícia (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
A vítima, Wandson Martins, que era natural da cidade de Manaus, no AM, foi esquartejada e teve a cabeça, perna, orelha e o braço decepados. A vítima estava na cidade para visitar parentes e no momento do crime estava acompanhada de um sobrinho de 16 anos, que teve os dedos decepados e foi atingido por vários golpes de terçado.

Desde o início das investigações, a polícia acreditava na participação de seis pessoas no crime, com a prisão de Julielison é a sexta prisão no caso. O delegado Elton Futigami disse que Souza seria o principal responsável pela morte.

“Ele é apontado como o principal autor desse homicído na Lagoa, onde a vítima foi esquartejada. Agora a Polícia Civil vai fazer as medidas necessárias e logo será entregue na Unidade Penitenciária”, disse.

Com a prisão, de acordo com o delegado, o crime foi elucidado. “Eram apontados seis autores, dos quais cinco já estavam presos e só faltava o Lorim que prendemos hoje”, afirmou.

Na operação, a polícia também prendeu Lucas Graças de Pinto, de 19 anos, que seria suspeito de cometer homicídios na cidade. “Somando os dois que prendemos, os homicídios cometidos por eles chegam a sete”, finalizou.

Da redação do Portal do Juruá com informações do G1 Acre

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.