quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Homem desaparece e é encontrado morto um dia depois aparece boiando nas águas do rio Juruá

Por Portal do Juruá
O corpo de Sebastião Nicácio Souza da Conceição, de 39 anos, foi encontrado nesta quarta feira (9) boiando nas águas do Rio Juruá, nas proximidades da Comunidade Nova Cintra, zona rural de Rodrigues Alves. O homem foi visto pela última vez com um casal na terça-feira (8) e o corpo foi encontrado por um pescador um dia depois.
Homem desaparece e é encontrado morto um dia depois no rio Juruá
Cunhado da vítima não acredita em afogamento (Foto: Adelcimar Carvalho/G1)
O homem estava em uma praia da comunidade com um casal que pescava, segundo testemunhas. O cunhado da vítima, Edilson Sousa dos Santos, de 46 anos, suspeita que não se trata de afogamento, pois o corpo apresenta alguns hematomas. O caso está sendo investigado pelo Delegado Elton Futigami, que vai aguardar o laudo.

“Testemunhas, disseram que o Nicácio foi visto pela última descendo o rio para se banhar nas águas do Juruá. Além disso, o casal retornou só para a sede da comunidade. Nossa suspeita é que ele foi morto, porque ele bebia, mas tinha medo de água. O corpo tem algumas marcas no rosto. Espero que a polícia investigue para esclarecer de que ele morreu. Esse rapaz já furou outra pessoa e já havia jurado meu cunhado de morte”, alega o cunhado.

O delegado Futigami não descarta a possibilidade de afogamento e vai aguardar o laudo cadavérico

“O corpo passou a noite dentro do rio, não tem nada claro de que não tenha sido apenas um afogamento natural, pois a vítima era alcoólatra. Vamos esperar o laudo cadavérico para ver a causa da morte. Ouvi o suspeito e claramente não tem perfil de homicida. Disse que estava com sua esposa no rio e quando foi embora chamou a vítima, que não respondeu. É um senhor de idade e pela maneira como prestou depoimento, não acredito que tenha nenhuma motivação para matar esta vítima”, explica o delegado.

Da redação do Portal do Juruá com informações de Adelcimar Carvalho/G1

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;