quinta-feira, 22 de junho de 2017

Polícia Militar prende membros de facção e apreende armas e munição durante operação

Por Portal do Juruá
Polícia Militar prende membros de facção e apreende armas e munição durante operação
A Polícia Militar de Cruzeiro do Sul realizou uma operação no bairro da Lagoa, em Cruzeiro do Sul (AC), que resultou na prisão de Gilmar Santos Franco, de 23 anos, e de Paulo Vitor Silva, de 20 anos, além da apreensão de três menores de 17, 15 e 14 anos, dois revolveres calibre 32’, uma escopeta calibre 16’, munições e uma pequena quantidade em dinheiro.

A suspeita é que os presos sejam integrantes de uma facção criminosa e realizavam a segurança no bairro da Lagoa, onde recentemente estão sendo registrados diversos crimes. As armas foram encontradas em baixo de um colchão em uma residência do bairro. De acordo com o comandante da Polícia Militar, Major Lázaro Moura, o bairro da Lagoa é considerado um local estratégico pelos criminosos, que lutam pelo território.

“No bairro da Lagoa vem acontecendo bastante ações criminosas, nos últimos dias programamos algumas ações de intervenções naquela área, e ontem logramos êxito com essas prisões e apreensões. A Lagoa é um ponto estratégico onde duas facções criminosas tentam a tomada do ponto, por ficar a beira do rio e facilitar a chegada da droga e também a fuga dos criminosos”, relatou.

O comandante solicitou ainda o apoio da população, tanto em fazer as denúncias quanto em contribuir durante as operações.


“Pedimos a compreensão da sociedade, pois toda força de segurança está trabalhando para combatermos essa criminalidade na área do Juruá. Várias ações estão sendo realizadas. Trabalhamos de forma planejada para que possamos executar e lograr êxito. A população tem uma participação muito importante, pois em alguns casos não conseguimos chegar ao criminosas se não pela denúncia”, disse.

Da redação do Portal do Juruá com informações do Juruá Online/Erisney Mesquita

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;