quarta-feira, 28 de junho de 2017

Autônomo é assaltado e denuncia falta de viaturas para atender ocorrência em Cruzeiro do Sul

Por Portal do Juruá
Autônomo é assaltado e denuncia falta de viaturas para atender ocorrência em Cruzeiro do Sul

A insegurança em Cruzeiro do Sul fez mais uma vítima. Desta vez, Narcisio Júnior, dono de uma pequena lanchonete na Avenida Coronel Mâncio Lima, foi rendido e teve o celular e R$ 600 levados por um casal na noite desta segunda-feira (26). Além do crime, ele denuncia que foi informado pelo Ciosp que não havia viatura para atender a ocorrência.

Júnior conta que a mulher parou em uma motocicleta e o homem, que estava na garupa, desceu com a arma em punho. O dinheiro do caixa e um celular, que estava nas mãos de uma criança de 8 anos, foram levados.

“A gente imaginou que fosse cliente. Me preocupei com meu filho de 8 anos que estava com o celular e viu toda a cena, porque o cara tomou o celular das mãos dele. Mas, fiquei indignado com o Ciosp, passei uns 20 minutos na linha. Depois liguei para um amigo militar e, quando liguei novamente para o Ciosp, o atendente disse que não podia mandar viatura, pois estavam todas em ocorrência”, conta revoltado.

O autônomo reclamou ainda da insegurança e da falta de policiamento nas ruas, sendo que a lanchonete fica em uma das principais avenidas que corta a cidade.

“Ninguém apareceu para pegar as características da moto ou das duas pessoas que me assaltaram. Estou revoltado, trabalho para sustentar minha família. Quando é blitz do Álcool Zero aparece muita polícia, agora quando um cidadão precisa, não tem viatura”, desabafa.

Procurado pelo G1, o major Lázaro Moura, comandante da Polícia Militar na região, disse que não foi informado oficialmente sobre o fato, mas garantiu que a corporação está apurando o que aconteceu.

“Vou apurar os fatos para saber o que aconteceu para este cidadão não ter sido atendido. Temos dois atendentes e, às vezes, o sistema está congestionado e não dá para atender todo mundo. Se ele foi à delegacia, fez o procedimento correto”, finaliza. Via G1 Acre

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;