terça-feira, 23 de maio de 2017

São instalados bloqueadores de sinais em presídios na capital Acre; Objetivo de evitar comunicação entre organizações Criminosas

Por Portal do Juruá

São instalados bloqueadores de sinais em presídios na capital Acre; Objetivo de evitar comunicação entre organizações Criminosas
Desde a semana passada, os presídios da capital do Acre contam com bloqueadores de sinais nos sistemas prisionais do Estado. O principal objetivo do Estado é o isolamento comunicacional do ambiente interno com externo do presídio por meio de ondas eletromagnéticas, desta forma impossibilitando a comunicação entre membros de Organizações Criminosas.

Os presídios contemplados foram Complexo Penitenciário Francisco D’Oliveira Conde (FOC) e o Presídio de Segurança Máxima Antônio Amaro, ambos em Rio Branco. Foram investidos mais 2 milhões na instalação do equipamento.

De acordo com Martin Hessel, diretor-presidente do Iapen, esse sistema de bloqueio de sinal é o mais moderno que se utiliza em penitenciarias. “Essa é uma das medidas de segurança adotada pelo governo do Estado, pois nos últimos dois anos nós trabalhamos muito nos trâmites burocráticos para que ocorresse a implantação desse serviço de bloqueio de sinal de celulares. Esse momento faz parte de uma série de investimentos pelos quais passa o sistema penitenciário do Acre”, falou Hessel.

Da redação do Portal do Juruá

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;