terça-feira, 4 de agosto de 2015

Queda de helicóptero durante operação mata 15 policiais na Colômbia

Por Portal do Juruá
Bogotá, 4 ago (EFE).- Pelo menos 15 policiais colombianos morreram nesta terça-feira devido à queda de um helicóptero que participava de uma operação contra a quadrilha narcotraficante Clã Úsuga, no noroeste do país, informaram fontes oficiais.

A aeronave, tipo Blackhawk, viajava entre as cidades de Carepa e Chigorodó e caiu na região de Urabá por causas que ainda são investigadas.

Os agentes faziam parte do comando da selva da polícia, uma equipe de elite especializada em operações nesse tipo de região. Entre os mortos estão dois capitães, um subtenente, dois suboficiais e dez patrulheiros.

A polícia está há meses realizando várias operações contra o Clã Úsuga, o maior grupo criminoso do país, criado após a desmobilização da organização paramilitar Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC).

O principal reduto do Clã Úsuga fica na região de Urabá, onde caiu o helicóptero com os policiais colombianos.

Segundo a imprensa local, a operação tinha como objetivo prender o líder do clã, Dairo Antonio Úsuga, mais conhecido como "Otoniel".

No último sábado, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou que o Clã Úsuga será eliminado pelas autoridades e terá o mesmo destino que outros, como o cartel de Medellín, liderado por Pablo Escobar.

O comandante da polícia, general Rodolfo Palomino, expressou condolências através do Twitter.

"Com profunda dor, quero informar que 15 irmãos policiais morreram enquanto viajavam em um helicóptero em Urabá", disse Palomino na mensagem divulgada pela rede social.

Na última sexta-feira, um avião da Força Aérea Colombiana (FAC) caiu em uma região rural do município de Agustín Codazzi, no norte do país, matando 11 militares. 

0 comentários:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do PORTAL DO JURUÁ;