Facção ameaça invadir a casa de Secretario de Segurança no Acre


Após a morte de um e a prisão de dois suspeitos da execução de um preso na saída da Unidade Prisional (UP-O4), o secretário de segurança pública, Emylson Farias, recebeu uma ameaça de invasão de sua residência e de membros da cúpula da segurança pública do Estado, caso a polícia continue interferindo na guerra de facções criminosas que vem promovendo um banho de sangue nas ruas de Rio Branco.

Facção ameaça invadir a casa de Secretario de Segurança no AcreA ameaça de supostos membros de fações foi compartilhada em grupos de Whatsapp. “Viemos deixar bem claro, que nossa guerra é contra essa raça imunda chamado Comando Vermelho. Agora, se vocês continuarem matando irmãos e companheiros do crime acreano, nós vamos soltar esses mais de oito mil guerreiros nas ruas para está fazendo umas visitas na casa de vocês”, diz a mensagem dirigida a Emylson Farias.
+
Em um trecho da mensagem, os supostos criminosos afirmam: se “botar pra cima de vocês no mínimo, 5 ,10, casas de vocês nós invade”. O ‘salve geral’, como eles definem as ameaças, destaca que uma facção quer evitar que as autoridades do Acre chamem apoio do Exército e Força Nacional. “Então não se metam não aceitamos CV nenhum aqui no Acre e enquanto existir CV no Acre a guerra vai continuar”, destaca outro fragmento da mensagem.

Desafiando as autoridades estaduais, os criminosos afirmam que não vão parar com as execuções e não adianta as policias tentarem intervir. “Então mais uma vez pedimos fiquem de fora disso e parem de oprimir e matar irmãos nosso. Que fique claro esse salve postado pelo crime organizado do Acre”, finaliza a mensagem recheada de ameaças a Emylson Farias e as autoridades de segurança do Estado.

Procurada pela reportagem, a assessoria da Secretaria de Segurança não confirmou a veracidade da mensagem e disse que o serviço de inteligência está trabalhando para identificar qualquer tipo de ameaça aos gestores da pasta.

Da redação do Portal do Juruá com informações do ac24horas

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.